Kanoa Igarashi troca Estados Unidos pelo Japão na WSL

Kanoa Igarashi agora é do Japão. Foto Poullenot/WSL

O surfista americano Kanoa Igarashi, 20, decidiu passar a defender a bandeira do Japão na temporada 2018 da World Surf League (WSL). Com dupla cidadania, Igarashi decidiu mudar seu país de representação mirando a participação nos Jogos Olímpicos de 2020, em Tóquio, quando o surfe será disputado pela primeira vez.

Eu vou representar o Japão neste ano no Championship Tour“, disse Igarashi. “Estou orgulhoso de surfar pelo Japão. Meus pais são japoneses, toda a minha família é japonesa. Eu tenho muito apoio e fãs lá. Nós não temos surfistas japoneses na CT, por isso é algo para eles ficarem motivados a fazerem parte no WSL. Estou certo de que estão realmente entusiasmados, e estou ansioso para isso. Minha família está empolgada“.

Com essa mudança, Igarashi se torna o primeiro competidor a representar oficialmente o Japão na WSL CT. Em 2016, Igarashi se juntou à elite como seu membro mais novo (então 17) e provou ser um líder na nova geração de surfistas. Seus principais resultados são o título do Vans US Open of Surfing em 2017 e a segunda colocação no Billabong Pipe Masters em 2016.

Eu quero competir nas Olimpíadas e representar o Japão“, continuou Igarashi. “Eu cresci competindo pelos EUA e tenho muito apoio aqui, mas esta é uma parte diferente da minha carreira agora. As Olimpíadas são a maior competição em todos os esportes e é algo que você sonha em fazer quando criança. Nunca pensei que seria possível como surfista. É um momento realmente emocionante para o surfe. Eu vou fazer o meu melhor para representar o surfe da melhor maneira possível“.

Igarashi vai competir no Japão pela primeira vez no uiksilver Pro Gold Coast, na Austrália, de 11 a 22 de março de 2018.

Olá, você está curtindo o blog? Deixe o seu comentário!