WSL anuncia novo head judge para lugar de Rich Porta

Pritamo Arendt é o novo head judge da WSL. Foto Cestari/WSL

A World Surf League (WSL) anunciou nesta quarta-feira, 6 de fevereiro, a nomeação de Pritamo Ahrendt como head judge, o principal juiz, da WSL. Ex-surfista de carreira amadora e local de Byron Bay, na Austrália, Ahrendt assume o função que era ocupada pelo americano Rich Porta, que passa exercer nova função na entidade que comanda os destinos do surfe profissional mundial.

Ahrendt faz parte da equipe de juízes do Championship Tour desde 1999 e esteve próximo de Porta e dos comissários da WSL nos últimos anos, já atuando como head judge “associado” (três juízes da equipe fazem uma rotação ao lado de Porta) durante o Tour. Como head judge da WSL, a Ahrendt supervisionará os juízes, além de trabalhar ao lado dos comissários para continuar a desenvolver os programas de julgamento da WSL.

Foi uma honra trabalhar para o WSL/ASP nos últimos 19 anos, e estou tranquilo assumir o papel de WSL Head Judge“, disse Ahrendt. “Foi um privilégio assistir ao mais alto nível de surfe e analisá-lo criticamente. Estou ansioso por esta oportunidade de supervisionar a equipe e garantir que o julgamento seja justo e consistente, ao mesmo tempo que se adapte, já que os melhores surfistas do mundo quebram novas barreiras de desempenho“, declarou.

Ahrendt tem 19 anos de experiência e começou como um juiz do Tour, aos 21 anos e foi fundamental para modificar os critérios de julgamento para recompensar manobras progressivas. “Estamos entusiasmados por ter Pritamo Ahrendt como o head judge da WSL“, disse Kieren Perrow, comissário da WSL. “Eu respeito seu profissionalismo e proficiência em todos os aspectos de seu trabalho. Não é nenhum segredo que julgar é um trabalho muito difícil, por isso é ótimo ter Pritamo liderando a equipe de julgamento“.

Ahrendt assume a função imediatamente, assumindo o lugar de Porta, que atuou como head judge desde 2010. Em seu novo papel, Porta trabalhará com o Escritório de Comissários, em iniciativas relacionadas ao desenvolvimento do julgamento. “Foi uma honra exercer a função durante o meu tempo e testemunhar o progresso do surfe para alturas impensáveis“, disse Porta. “Pritamo será um excelente head judge e aguardo com expectativa o apoio ao desenvolvimento contínuo do julgamento no meu novo papel na WSL“. Além disso, a WSL informou que David Shipley decidiu pedir demissão do cargo de head judge “associado” para passar mais tempo com sua família, após 22 anos de dedicação na Liga.

Agora, é esperar como vai ser o nível do julgamento da temporada 2018 que se avizinha. Não é segredo para ninguém que algumas ações do então head judge Rich Porta provocaram algumas polêmicas, principalmente nos últimos anos, marcado pela ascensão dos surfistas brasileiros. O primeiro evento da WSL Championship Tour 2018 será o Quiksilver e Roxy Pro Gold Coast na Austrália, de 11 a 22 de março de 2018. A STAB fez uma boa entrevista com Pritamo em 2011, falando sobre critérios e conflitos no julgamento. Acesse AQUI.

Olá, você está curtindo o blog? Deixe o seu comentário!