Big rider havaiano alerta para segurança após Big Blue Sunday em Jaws

Albee Layer chama atenção para segurança no pico. Foto Heff/WSL/Arquivo

O big rider e local de Jaws, Albee Layer, está puxando a orelha da galera que participou das sessões de big surfe em Jaws, batizada de Big Blue Sunday, no último domingo, no Havaí. Resumindo, como o próprio surfista disse havia mais colhões do que cérebros no outside de Pe’ahi, no último domingo. Confira o recado dado pelo big rider através
do Instagram:

Duas coisas: sabemos menos do que pensamos sobre a previsão. Jaws não é mais uma onda de tow in em dias de mar “glassy”. ERAMOS 60 SURFISTAS E 2 CARAS NA SEGURANÇA, DIANTE DE 15 FOTÓGRAFOS EM JET SKIS. ISTO É ABSOLUTAMENTE INACEITÁVEL E NÓS PRECISAMOS ENCONTRAR UMA MANEIRA DE RESOLVER ISSO. Além disso, havia mais culhões do que cerébros lá fora. Mais tarde, pensando, de forma pragmática, “Trabalhemos juntos para consertar isso, porque coloca todos em perigo, inclusive aqueles que contratamos para fazer a segurança na água”.

O desabafo em nome da segurança ganhou destaque no site da WSL e chama atenção para um problema recorrente já que nem todos os surfistas se dispõem a pagar pelo serviço de um jet ski . Como os fotógrafos pagam, acaba havendo mais motoaquáticas para registro dos fotógrafos do que para a segurança dos surfistas. Menos mal que, apesar de alguns caldos grotescos, como o de Nathan Florence, todos os surfistas saíram vivos e com história para contar de mais uma sessão de big surfe inesquecível.

Olá, você está curtindo o blog? Deixe o seu comentário!