Gabriel Medina treina sério em Paúba para o final da temporada em Pipeline

Gabriel Medina na onda tubular de Paúba. Foto Aleko Stergiou

Atual vice-líder do ranking, após uma arrancada marcante, com duas vitórias seguidas nas etapas da França e de Portugal, Gabriel Medina vem se preparando forte “em casa” para a grande final do Tour, em Pipeline. O atleta se divide entre os treinos físicos, coordenados por Allan Menache, e o surfe, com orientação do pai e técnico, Charles Saldanha Rodrigues.

Nesta segunda-feira (13), ele aproveitou a chegada de um forte swell de sul no Litoral Norte de SP, trazendo ondas grandes e potentes de dois a três metros, e surfou na vizinha praia de Paúba. O pico é um dos preferidos de Gabriel e conhecido pelos tubos grandes e largos e e ondas potentes.

Quem estava na praia, viu um verdadeiro show de surf do primeiro brasileiro campeão mundial de surfe e o fotógrafo do Instituto Gabriel Medina (IGM), Aleko Stergiou registrou os melhores momentos desse treino mais do que especial. “Foi animal! Peguei altas ondas. Sem dúvida foi um ótimo treino”, comemorou Gabriel.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Animado, focado e concentrado, Gabriel já avisou que está “vivaço” no campeonato e confiante para o bicampeonato. Neste ano, ela abriu o Circuito com um terceiro lugar, mesmo após de sofrer uma lesão grau 2 no joelho direito. Depois, chegou a estar em 11º lugar na classificação. A recuperação começou com o terceiro lugar na África do Sul, depois um segundo no Taiti. Chegou à perna europeia em oitavo e com as duas vitórias assumiu a vice-liderança.

Vale lembrar que antes de competir na Europa, Gabriel garantiu o título do Future Classic, o primeiro campeonato na piscina de ondas de Kelly Slater e promovido pela World Surf League (WSL). A competição histórica inaugurou oficialmente a Kelly Slater Wave Company, piscina de ondas artificiais, apelidada de Surf Ranch, em Lemoore, Califórnia, Estados Unidos.

Medina pegando pesado também. Foto Aleko Stergiou

Gabriel Medina é patrocinado pela Rip Curl, Guaraná Antarctica, Coppertone, Oi, Audi e Vult e tem os apoios de Cabianca e FCS.

Por Fábio Maradei

Olá, você está curtindo o blog? Deixe o seu comentário!