Vestas 11th Hour Racing é o primeiro veleiro a passar por Porto Santo

Foto James Blake/Volvo Ocean Race

A flotilha da Volvo Ocean Race contornou, nesta quinta-feira (26), a ilha de Porto Santo – marca virtual obrigatória para os barcos passarem. A briga pela vitória na etapa de abertura da Volta ao Mundo segue viva, mesmo com o Vestas 11th Hour Racing dominando a prova de 1.450 milhas náuticas de ponta a ponta.

A equipe da Dinamarca foi a primeira a passar pelo waypoint, mantendo Team AkzoNobel – da brasileira Martine Grael – e MAPFRE mais atrás. Os dois brigam pela segunda posição, mas ainda têm chances de pegar o Vestas 11th Hour Racing. A previsão é que os veleiros acelerem com vento de popa rumo à capital portuguesa num verdadeiro teste de velocidade. Eles devem chegar na madrugada deste sábado (28). “Nós vamos pegar novamente o vento de popa até Lisboa“, disse Simon Fischer, navegador do Vestas 11th Hour Racing.

A equipe teve um susto durante à noite, quando uma mangueira saiu de um tanque de lastro de água de 800 litros que deveria ter ajudado a estabilizar o barco. A parte interior do veleiro ficou parcialmente inundada. “Quando me sentei na estação de navegação, eu vi um pouco de água na parte de trás do barco. A mangueira de lastro de água soltou. Isso explica nossa performance“.

Um pouco mais atrás aparece o Dongfeng Race Team, que tenta se deslocar do segundo pelotão.
Agora vamos navegar contra o vento, então quanto mais você estiver ao norte, mais você estará andando na frente deles“, disse o navegador Pascal Bidégorry. “Por isso que puxamos o ritmo durante a noite“.

Mais informações acesse www.volvooceanrace.com

Olá, você está curtindo o blog? Deixe o seu comentário!