Rip Curl Guarujá Open 2017 é confirmado para a Praia do Tombo

Juliana Meneguel voltou a competir com todo gás. Foto Silvia Winik

A Praia do Tombo será o palco da terceira e última etapa do Rip Curl Guarujá Open de Surf 2017. A competição será disputada de sexta-feira a domingo (13 a 15), reunindo atletas em dez categorias. O pico foi confirmado pela organização do Circuito pela qualidade das ondas prevista para todo o final de semana. “Teremos ondas boas em várias praias, mas no domingo, sobretudo, o Tombo oferecerá condições muito boas, um cenário perfeito para as finais”, comentou o presidente da Associação de Surf de Guarujá, Ademir Silva.

Em ação, 10 categorias e as disputas começam nesta sexta-feira, às 8h, com a categoria Estreante. Também entram no mar no primeiro dia de disputas os atletas da Mirim, Longboard, Iniciante, Petit, Sup Surf e Júnior. No sábado, a Pro-Am abre o evento, às 8h. O segundo dia também terá como destaques a Re/Max Session e as finais da Petit, Estreante e Feminina.

No domingo, as disputas recomeçam no mesmo horário, com as outras sete finais realizadas das 10h10 às 12h30min, e na sequência a esperada disputa do título de supercampeão. A finalíssima reunirá campeões municipais da temporada, com uma viagem para a Indonésia, oferecida pela Ocean Travel, para a melhor performance.

SOPHIA MEDINA – Fora da briga pelos títulos gerais, mas aparecendo como uma das grandes atrações, Sophia Medina está confirmada na etapa. A irmã caçula de Gabriel Medina, o primeiro brasileiro campeão mundial de surf, faz parte da equipe Rip Curl e utilizará a competição como um forte treino. “Tem muita menina forte competindo e será legal para me preparar. Fui convidada pela Rip Curl e achei o desafio legal”, comentou a atleta de 12 anos, que recentemente venceu o Wiggolly Dantas apresenta Wizard Brasileiro de Surf Feminino, em Ubatuba, na sub12 e foi terceira na sub14.

Na feminina, as duas etapas foram dominadas por Juliana Meneguel, que voltou a competir depois do nascimento da filha Maya. Ela venceu as duas etapas, demonstrando um surfe forte, moderno. “Fiquei muito tempo parada, até estava desanimada, e foi muito bom voltar e surfar bem. Agora espero confirmar o título para dar um ‘up’ na carreira”, afirma a atleta.

Além de Juliana, lideram o Rip Curl Guarujá Open os surfistas Giovani Pontes, tanto na pro-am quanto na júnior; Pedro Pupo, na mirim; Derek Matos, na iniciante; Roberto Alves, na estreante; Daniel Duarte, na petit; Kias de Souza, na master; Amaro Matos, na longboard; e Leco Salazar, na Sup Surf.

O Rip Curl Guarujá Open 2017 é apresentado pela ASG. Patrocínio: Sucos Do Bem. Apoios: Prefeitura Municipal de Guarujá, através da Secretaria de Esportes e Lazer, Imobiliária Re/Max Beach Home Leads, Cowork & Surf, NaJaca Comunicação, Lio Nutri, Faup Comunicação Visual, Ocean Travel, Millenium, Rip Wave, CFour Shaper Supply, Le Moss Essence, Fu Wax, CT de Surf Lugar ao Sol, Colégio Don Domênico, Cross Fit Guarujá, Subway e Restaurante Saborear Pitangueiras. Supervisão: Federação Paulista de Surf. Divulgação FMA Notícias e Revista Hardcore.

Olá, você está curtindo o blog? Deixe o seu comentário!