Regata Marejada: previsão de vento Sul anima velejadores em busca do recorde

Regata Marejada: previsão de vento Sul favorece quebra de recorde. Foto Sergio Vignes/Divulgação ICSC.

A Copa Veleiros de Oceano, organizada pelo Iate Clube de Santa Catarina, chega a sua sétima etapa neste sábado com a realização da 14ª Regata Marejada, com percurso entre Jurerê, em Florianópolis, e Itajaí. As previsões apontam para vento sul entre 20 e 30 nós (entre 28 e 50 km/h), o que tem animado bastante os velejadores da flotilha oceânica. A largada está marcada para as 10h, em frente à Sede Oceânica do ICSC.

As fortes condições de vento possibilitam também a tentativa de quebra de recorde do percurso de 32 milhas náuticas (quase 60 km). O atual detentor do recorde é o Itajaí Saling Team, equipe que veleja em casa e busca o Troféu Fita Azul (designado a primeira embarcação a cruzar a linha de chegada). Em 2016, a equipe itajaiense quebrou o recorde ao completar o percurso em 3h13min11seg e, ao que tudo indica, as possibilidades de obtenção de uma nova marca são grandes. “Estamos bem confiantes, pois conhecemos a capacidade e habilidade de cada um a bordo”, explica o comandante Marcelo Gusmão, que liderou em setembro a tripulação do Itajaí Sailing Team na vitória na Regata Porto Belo – 185 Anos.

A 14ª Regata Marejada conta pontos também para o Campeonato Estadual de Oceano, organizado pela FEISC – Federação de Iatismo do Estado de Santa Catarina. A competição reúne as classes RGS, RGS Cruzeiro, Bico de Proa, ORC, C30 e IRC com percurso livre entre Florianópolis e Itajaí e chegada na Ponta das Cabeçudas. A programação de sábado conta ainda com a palestra “Todos os Sonhos são Possíveis – Construção Naval Amadora”, a partir das 15h, com José Manuel Gonzales, no Stannis Pub Itajaí.

Olá, você está curtindo o blog? Deixe o seu comentário!