Hang Loose Surf Attack: com mais de 200 inscritos, 2ª etapa terá dois palanques

Palanque do Hang Loose Surf Attack em Ubatuba. Foto Munir El Hage.

Mais de 210 atletas confirmados. A segunda etapa do Nossolar apresenta Hang Loose Surf Attack 2017 terá o que há de melhor da nova geração, mantendo a tradição na revelação e formação de novos talentos. A competição está confirmada para sábado e domingo (22 e 23), na Praia de Maresias, em São Sebastião. Devido à grande procura, o evento terá disputas em dois picos simultaneamente no sábado, um deles utilizando o palanque fixo do Instituto Gabriel Medina.

O circuito, que completa 30 anos ininterruptos, tem os surfistas divididos em cinco categorias, dos caçulas da petit, com 10 anos para baixo, até a júnior, os mais velhos, com limite de 18 anos. “Como teremos três campeonatos em sequência em Maresias, optamos por fazer o Hang Loose em dois dias, para beneficiar os atletas”, afirma o presidente da Federação Paulista de Surf, Sílvio da Silva, o Silvério, lembrando que logo após o Surf Attack, a praia será “palco” do CBSurf Tour Hang Loose Japan Trials e nova etapa do Maresia Paulista Pro, no outro final de semana.

Queremos agradecer o apoio do Instituto Gabriel Medina, que está abrindo as suas portas para a realização de parte da etapa. O palanque fixo da sede do projeto foi bem projetado e muito funcional. E com essa atitude, a família Medina mostra mais uma vez o seu comprometimento com o desenvolvimento do surfe de base, não só em Maresias, mas do Brasil”, enaltece.

As baterias das cinco categorias já estão disponíveis no site da Federação Paulista de Surf, o www.fpsurf.com.br. No sábado e domingo, a competição terá transmissão ao vivo pela internet, para quem não puder ir até Maresias, acessando o link www.hangloose.com.br/surfattack2017. Na Júnior, quem chega como líder é o catarinense Wallace Vasco. Na Mirim (no máximo 16 anos), Eduardo Motta, de Guarujá, saiu na frente em busca do bicampeonato. Na Iniciante (até 14 anos), a ponta do ranking está com o cearense Cauã Costa, mostrando a força do campeonato, com atletas de vários estados.

Na Estreante (12 anos para baixo), Ryan Kainalo, defendendo Ubatuba, tenta manter a sequência de títulos paulistas (é bicampeão petit), enquanto que entre os caçulas da Sub-10, Daniel Duarte, de Bertioga, é o primeiro colocado. Já na disputa por cidades, Guarujá aparece na frente. Na areia, o evento apresenta atrações para a garotada nas tendas ao lado do palanque, com diversas brincadeiras e gincanas.

O Nossolar Construtora apresenta Hang Loose Surf Attack 2017 tem a organização da Federação Paulista de Surf, com patrocínios de Overboard Action Sports Store, Surftrip, Super Tubes e Hot Water. Copatrocínios de Rhyno Foam, CT Wax. Apoios: Governo do Estado de São Paulo, prefeituras de Santos, Guarujá, São Sebastião e Ubatuba, Associação Santos de Surf, Associação de Surf de Guarujá, Associação de Surf de São Sebastião e Associação Ubatuba de Surf.

Fonte: FMA Notícias – Fábio Maradei

Olá, você está curtindo o blog? Deixe o seu comentário!