Yacht Clube Paulista (YCP) fortalece a Semana de Vela de Ilhabela

Takra: top ten na SVI. Foto Marcos Méndez / SailStation.

Com 21 barcos na raia, a flotilha de HPE 25 fez com que a classe se tornasse a mais numerosa entre as one design na Semana de Vela de Ilhabela (SVI). O Yacht Clube Paulista (YCP) contribui com quatro embarcações: o top ten Takra, Blue Shark, Ubuntu e Pajero, que permaneceram na ilha após o Campeonato Brasileiro disputado em junho com vitória do Phoenix, também do YCP.

A chamada Flotilha Guarapiranga tem movimentado a classe e incentivado velejadores a se manterem ativos, principalmente nas competições de São Paulo e Ilhabela. O Campeonato Paulista realizado em abril na represa paulistana é reflexo da ação implantada por meio de parceria entre YCP e o velejador olímpico Eduardo Souza Ramos no início de 2016.

Blue Shark, do YCP Foto: Marcos Méndez / SailStation.

O barco Ginga, de Ilhabela, venceu o Paulista e a Semana de Vela neste ano, elevando o nível da classe, a exemplo do Phoenix. A Flotilha Guarapiranga ainda contou com Relaxa e Sururu, ambos do Yacht Club Santo Amaro, (YCSA). A HPE 25 conta hoje com 12 embarcações na represa. A flotilha nacional reúne 50 barcos espalhados por São Paulo, Ilhabela, Rio de Janeiro, Florianópolis e Salvador.

A classe está vivendo um momento marcante devido a essa bola dentro do Eduardo (Souza Ramos), do Roxo (comodoro do YCP) e do Beto Hackerott (diretor de Vela do YCP). Esse movimento reergueu a HPE 25. Vir a Ilhabela é uma delícia, mas para quem é de São Paulo fica muito mais prático velejar na represa. Não fosse a Flotilha Guarapiranga, eu e meus sócios já teríamos vendido o barco”, relata o comandante do Ubuntu, Fábio Faccio.

A ideia é partilhada pelo instrutor de vela e tripulante do Sururu, Felipe Brito, um dos coordenadores da classe. “A represa permite que velejemos dentro da cidade, sem a necessidade de pegarmos a estrada. Podemos compor a tripulação (quatro velejadores) com a família ou amigos. O HPE 25 é um barco empolgante, desperta o interesse. Até o fim do ano creio que tenhamos 16 embarcações na Guarapiranga”, espera Brito. A represa volta a receber a classe na oitava etapa da Copa Paulista, em 5 e 6 de agosto.

Ranking Gil Souza Ramos –Além do prazer de se velejar oferecido pela classe, as tripulações receberam neste ano um incentivo a mais para se manterem ativas: a criação do Ranking Gil Souza Ramos, que ao final de 2017 contemplará o proprietário do barco mais participativo com uma nova embarcação, em troca da atual. A pontuação da Semana de Vela ainda será computada, especificamente para a Flotilha Ilhabela.

As três flotilhas do Ranking Gil Souza Ramos travam acirrada disputa pelas primeiras colocações, com a seguinte situação até a Semana de Vela de Ilhabela: Guarapiranga: Bond Girl, Ubuntu, Sururu, Euphoria, Rex, Blue Shark e Phoenix – 2,5 pontos perdidos. Rio de Janeiro: Tarja Preta, Motu, Vésper, Alhena e Carioca Fiote – 3,0 pontos perdidos. Ilhabela: Conquest, Ginga, Cabron, Dom e Golden Shark – 2,5 pontos perdidos.

Por Ary Pereira Jr – ary70jr@hotmail.com

Olá, você está curtindo o blog? Deixe o seu comentário!