Itajaí Sailing Team fica em segundo lugar na Regata Alcatrazes, em Ilhabela

Itajaí Sailing Team. Foto Juliana Clemente.

O Itajaí Sailing Team foi o primeiro a cruzar a linha de chegada da regata Alcatrazes por Boreste Marinha do Brasil na categoria IRC, a prova de 55 milhas que abriu a 44ª Semana de Vela de Ilhabela. Mas a situação de liderança da regata não se repete na pontuação. O Rudá lidera provisoriamente na frente dos catarinenses por causa das regras de rating. Inaê Transbrasa está em terceiro no geral.

A regata largou às 11h10 de domingo. A subida para Alcatrazes foi em vento de popa, ou seja, com maior intensidade. Após contornar o arquipélago, os barcos voltaram com vento e boa média. De acordo com Gastão Furlin, coordenador do projeto Itajai Sailing Team, as condições da regata Alcatrazes foram muito boas, com ventos chegando a 20 nós. Ele explica que o bom resultado pode ser atribuído ao entrosamento da equipe, que se mostrou altamente competitiva durante toda a prova.

Este ano, 16 barcos estão participando da categoria IRC e todos têm chances de vencer. Este fato, conforme Gastão, valoriza ainda mais a o resultado alcançado na regada mais longa de Ilhabela. Os itajaienses estão disputando a competição a bordo de um veleiro Soto 40, considerado um dos mais rápidos da classe Oceano.

A categoria ICR permite que diferentes projetos de barcos de oceano possam participar da mesma regata. O “rating” de cada barco é calculado levando-se em conta as medidas do barco, seu comprimento, peso, calado e área de vela. O corretor de tempo resultante, o chamado “TCC”, é o handicap do barco. Depois da regata, o tempo real decorrido para completar o percurso de cada veleiro é multiplicado pelo seu TCC, resultando no tempo corrigido.

A Semana de Vela de Ilhabela, que vai até o dia 15 de julho, é também uma oportunidade para o barco que leva o nome da cidade divulgar e convidar velejadores e amantes da vela para visitar a Vila da Regada em Itajaí (SC), única parada da Volvo Ocean Race no Brasil, em abril de 2018. Na edição 2017-18, que começa em outubro, 12 cidades-sede pelo mundo fazem parte do evento.

O projeto Itajaí Sailing Team – que tem o patrocínio da APM Terminals, Portonave, Multilog, JBS, Brasfrigo e Poly Terminais, além de apoio da Anasol, Marina Itajaí, Molim e Clindex – têm como foco refletir o desenvolvimento econômico da região através do esporte.

Olá, você está curtindo o blog? Deixe o seu comentário!