Jordy Smith vence em Ballito. Willian Cardoso é vice-campeão e sobe no ranking

Jordy Smith mandou os aéreos para levar o título. Foto Cestari/WSL

O sul-africano Jordy Smith conquistou o título do Ballito Pro apresentado por Billabong diante de uma praia lotada de espectadores neste sábado, ao derrotar na final o brasileiro Willian Cardoso. Esse foi o segundo título em Ballito do ídolo local, que já havia vencido em 2010. Apesar da derrota na final, o catarinense subiu para a segunda posição do ranking do World Qualifying Series, atrás apenas do já classificado Jessé Mendes, que parou nas quartas de final de Ballito.

Willian Cardoso foi o vice-campeão. Foto Cestari/WSL

Para chegar a final do primeiro evento com status QS10000 da temporada, o gigante sul-africano superou um problema estomacal que quase tirou suas energias durante a semana. Na final do evento, o top sul-africano usou todo seu repertório de manobras para marcar 18.06 no placar, incluindo uma onda quase perfeita que arrancou 9.73 dos juízes.
Estou realmente feliz com a minha performance esta semana e, espero que posso levar essa motivação para J-Bay. Willian é um competidor tenaz, como são todos os brasileiros. Ele é um dos surfistas mais poderosos do mundo e nós dois somos caras maiores, então estávamos duelando nas mesmas condições. É uma honra ganhar este evento com a presença de tantos amigos e familiares aqui. Muito obrigado a todos que vieram ao evento, o apoio faz uma grande diferença para nós, surfistas locais“, declarou Smith.

Willian Cardoso subiu 27 posições no ranking. Foto Cestari/WSL

Com os 10 mil pontos, Smith subiu direto para a quinta posição do ranking do WQS. Apesar da derrota na final, o brasileiro estava feliz com a segunda colocação. “Eu sabia que o Jordy ficaria louco para vencer a bateria e eu tentava encontrar as ondas realmente boas, mas só consegui encontrar uma“, disse Cardoso. “Eu estou super contente, pois fazia cerca de dois anos que eu não fazia uma final, então é realmente bom estar nessa posição novamente“, disse.

Este resultado me coloca em uma posição muito boa, mas já estive nesta posição, então espero obter mais resultados nos próximos dois eventos QS10000 e em algumas etapas QS6000, para que eu possa ir ao Havaí no final do ano, relaxado“, completou Willian, que já bateu a porta da elite por duas vezes.

Jessé Mendes lidera o WQS com sobras. Foto Cestari/WSL

O sábado começou com três brasileiros na briga pelo título, mas Miguel Pupo e Jessé Mendes acabaram barrados nas quartas de final diante dos sul-africanos Jordy Smith e Michael February. Mais informações acesse www.worldsurfleague.com .

Jordy Smith, campeão do Ballito Pro 2017. Foto Cestari/WSL

RESULTADOS DO BALLITO PRO PRES. BY BILLABONG:
FINAL
1º Jordy Smith (AFS) 18.06 CAMPEÃO
2º Willian Cardoso (BRA) 15.37 VICE-CAMPEÃO

SEMIFINAIS:
SF1: Jordy Smith (AFS) 16.10 a 13.10 Michael February (AFS)
SF2: Willian Cardoso (BRA) 14.00 a 10.84 Mikey Wright (AUS)

QUARTAS DE FINAL:
QF 1: Michael February (AFS) 15.33 a 12.43 Jesse Mendes (BRA)
QF 2: Jordy Smith (AFS) 14.50 a 14.20 Miguel Pupo (BRA)
QF 3: Mikey Wright (AUS) 14.66 a 6.70 Wade Carmichael (AUS)
QF 4: Willian Cardoso (BRA) 15.83 a 12.77 Vasco Ribeiro (PRT)

G-10 do WQS
1º Jesse Mendes BRA 22,060
2º Willian Cardoso BRA 12,095
3º Yago Dora BRA 11,960
4º Michael February AFS 10,550
5º Jordy Smith AFS 10,000
6º Keanu Asing HAW 9,450
7º Griffin Colapinto EUA 9,280
8º Cooper Chapman AUS 9,260
9º Alex Ribeiro BRA 8,900
10º Hiroto Ohhara JAP 8,830

Olá, você está curtindo o blog? Deixe o seu comentário!