Bodyboarder morre após novo ataque de tubarão em Ilhas Reunião

Adrien Dubosc foi regastado mas não resistiu. Foto AFP

Você devem lembrar bem quando o 11 vezes campeão do mundo Kelly Slater gerou polêmica ao sugerir que as autoridades de Ilhas Reunião fizessem uma caçada para acabar com a sequência de casos de ataques de tubarão no arquipélago do Oceano Índico. Pois, dois meses depois, um novo ataque com vítima fatal foi registrado. Desta vez, o bodyboarder Adrien Dubosc, 29 anos, foi mordido enquanto praticava o esporte no pico de Pointe au Sal, em Saint Leu.

O ataque ocorreu no último sábado (30), por volta de 11h, e o bodyboarder foi mordido na perna direita. Resgatado com vida, Dubosc chegou a receber atendimento médico na praia, onde precisou ser submetido a uma massagem cardiovascular, mas acabou não resistindo aos ferimentos.

Adrien Dubosc foi mais uma vítima fatal dos tubarões de Ilha Reunião. Foto Surfer Today

Dubosc era um bodyboarder experiente e fazia parte da organização Shark Watch Patrol, que fiscaliza as água dos arquipélago tentando minimizar os ataques de tubarões em Ilha Reunião. Este foi o 21º ataque de tubarão desde 2011 na Reunião.

Já em Trestles, San Clemente, na Califórnia, um outro ataque de tubarão registrado no sábado (30) deixou uma mulher em estado crítico. Leeanne Ericson surfava no pico de Church, próximo a Middles e Lowers, quando foi mordida na parte superior da perna. Os surfistas resgataram a vítima e usaram a cordinha da prancha para fazer um torniquete e estancar a hemorragia provocada pela mordida. Ericson foi levada ao Scripps Memorial Hospital, em La Jolla, onde segue internada em estado grave.

Olá, você está curtindo o blog? Deixe o seu comentário!