Lucas Zuch, idealizador do Surfari, morre no Rio de Janeiro *

Lucas Zuch: notícia triste para comunidade do surfe brasileiro. Foto Reprodução Instagram Surfari

Um dos idealizadores do Surfari, o gaúcho Lucas Zuch, 27 anos, teve quadro clínico considerado irreversível neste sábado, no Rio de Janeiro, onde estava internado e era mantido em coma induzido após sofrer um acidente enquanto surfava sozinho na Barra da Tijuca, na última terça-feira. Encaminhado ao Hospital Lourenço Jorge, Lucas estava internado no Centro de Tratamento Intensivo, com infecção no pulmão e problemas em um dos rins. A equipe médica constatou quadro irreversível neste sábado e a família autorizou que o corpo de Lucas seja disponibilizado para a doação de orgãos.

Ao lado de Eduardo Linhares, Lucas Zuch era o responsável por uma das coisas mais bacanas que apareceram na internet nos últimos anos para falar de surfe. Depois de fazer sucesso na internet com esquetes bem humoradas que traduziam bem o universo do surfe gaúcho, o Surfari cresceu, realizando inclusive um grande evento em Atlântida, o Surfest, e executando novos projetos como o Reconhecendo o Surf, que fez Zuch e Linhares viajarem até do Oiapoque ao Chuí. Atualmente, a dupla havia se instalado no Rio de Janeiro para dar prosseguimento ao projeto e a evolução da “plataforma de compartilhamento de experiências”, como chamavam o Surfari.

Na última terça-feira, com dor de ouvido, Linhares ficou no hotel, na Barra da Tijuca,enquanto Lucas decidiu ir surfar, sozinho. Horas depois, preocupado com a ausência do amigo, Linhares foi atrás de notícias do amigo e descobriu que sua prancha havia sido encontrada boiando sozinha e que Lucas havia sido socorrido e reanimado pelos bombeiros e encaminhado para um hospital. Desde então, via redes sociais, foi formada uma grande corrente de orações (#forçaZuch) para que Lucas pudesse se restabelecer e voltar ao convívio de todos.

A passagem de Lucas mereceu homenagens dos amigos e parceiros nas redes sociais. O Surfari publicou no Instagram um texto sobre a perda que reproduzimos aqui:

No surf, os melhores dizem que, se você não saiu do tubo, é porque não estava fundo o suficiente. Hoje começa uma nova fase na vida de todos que já foram tocados pelo amor do nosso grande idealizador @zuchlucas. A batalha pós afogamento foi dura e somente com a energia imensa que recebemos do MUNDO inteiro conseguimos encarar essa perda de maneira positiva. Esses últimos 5 dias foram os mais difíceis e especiais das nossas vidas, quem entrou menino, saiu homem, quem entrou descrente saiu com fé e quem entrou dormindo saiu anjo! Lucas agora está conosco em outro plano e não temos justificativa para o acontecido, mas temos a esperança de que um dia vamos entender. Ele estava pleno, realizado com a vida e fazendo o que mais gosta, surfando e botando para dentro de um tubo. Assim como os melhores, fcou fundo o suficiente para não sair! Agora, ele está eternamente envolto pela natureza e representado em cada onda. Agora ele é amor e inspiração na busca de nossos sonhos. Agora é saudades e intensidade, um gole amargo de mate e uma boa colherada num abacate. Vamos viver para celebrá-lo. A energia agora é para a família e amigos. Aloha!“.

Nossas condolências e muita força para a família e os amigos do Lucas! Luz!

Olá, você está curtindo o blog? Deixe o seu comentário!