Eduardo Motta e Leonardo Barcelos são os destaques do sábado em Búzios

Eduardo Motta foi o destaque do sábado. Foto Pedro Monteiro.

Dono da melhor nota da categoria mirim neste sábado (11), o primeiro dia de disputas da segunda etapa do Rip Curl Grom Search 2017, apresentado por Guaraná Antarctica, o paulista Eduardo Motta está disposto a se recuperar no evento, que termina neste domingo na Praia de Geribá, em Búzios (RJ). Na abertura do campeonato, em Florianópolis, o surfista de Guarujá cometeu interferência na final e acabou em quarto lugar.

Agora, com uma boa performance garantiu a nota nove, a maior entre os atletas da Sub-16. “Na outra etapa, fiz a besteira de cometer interferência, mas vim determinado a sair daqui líder. Vim com tudo. Essa nota é mérito do esforço”, disse. “Gostei bastante da onda daqui, é até parecida com a de Guarujá, onde treino”, comentou Mottinha, narrando a sua nota nove.

Dei uma rasgada na borda, voltei e vi que o vento estava favorecendo, acelerei e mandei um aéreo com a mão na borda e fiquei feliz de ter completado. Agora é descansar e dar o máximo para ser campeão”, falou o surfista, sabendo da importância de chegar a esse título. “Representa o Brasil. É uma conquista que vale defender o país lá fora e quem sabe estarei lá ano que vem”, complementou.

Leonardo Barcelos. Foto Pedro Monteiro.

Quem também surfou muito bem foi o catarinense Leonardo Barcelos, atual campeão do Circuito. Terceiro em Floripa, ele garantiu um 8,5 e teve a maior somatória, com 16,25 pontos (nas duas notas válidas), de 20 possíveis. “Estou bem feliz em seguir surfando bem. Estou na briga pela liderança e quero o melhor resultado aqui para chegar em Maresias brigando pelo bicampeonato”, falou o surfista de Imbituba, que ano passado venceu as três etapas e será o representante do Brasil na final internacional do Rip Curl Grom Search.

Coincidentemente os outros dois finalistas na disputa catarinense também ficaram entre os melhores, confirmando as boas fases. Daniel Templar, de Saquarema, garantiu uma nota 8,4, enquanto que o líder do ranking, Lucas Vicente, de Florianópolis, ficou com a segunda maior somatória, com 5,20 pontos. Outro destaque foi o também catarinense Leo Casal, que venceu a categoria iniciante (Sub-14), em Floripa, e em Búzios ficou entre os principais da mirim, com 14,75. A mesma pontuação teve Carol Bonelli, de Saquarema, na melhor performance feminina.

Daniel Templar. Foto Pedro Monteiro

TALENTO LOCAL

A competição também viu um surfista local se destacar. Kalanny Ratto foi o dono da melhor atuação na iniciante, à frente, inclusive, de Léo Casal. O surfista buziano garantiu 14,65, entrando para o quadro dos melhores do dia. Já o surfista catarinense, que já tinha ido bem na mirim, repetiu a boa atuação, com 13,15. Outro talento de Búzios, Sunny Pires, atual campeão estadual, fez a lição de casa na grommet (até 12 anos), passando em primeiro lugar.

As disputas seguem neste domingo, a partir das 8 horas, com a categoria iniciante, com transmissão ao vivo pela internet, no link http://www.ripcurl.com.br/grom-search-ao-vivo. As finais terão início às 12h30, com a premiação programada para às 14h. Fora do mar, o evento conta com várias atrações. O público pode se divertir no Pico Guaraná, com o surf mecânico, mesmo para quem nunca surfou, e a distribuição de misturas Guaraná Antarctica.

Maju Freitas. Foto Pedro Monteiro

Nesse mesmo espaço, os atletas inscritos na competição podem ter a suas pranchas com novo visual, a cargo do artista plástico Marcello Macarrão, com pinturas estilizadas com spray. Os competidores também têm à disposição massagem e alongamento e degustação de produtos do Bem. Há, também, a distribuição de pipas, cama elástica e ação socioambiental bem tradicional, com a entrega de mudas nativas.

Quem estiver na praia também poderá ver de perto Bruno Santos, da equipe Rip Curl, que acompanha as baterias da areia. Neste sábado, o prefeito de Búzios André Granado Nogueira Gama visitou a estrutura montada nas areias de Geribá, para dar as boas-vindas oficiais ao evento.

EX-WCT

Mais uma vez a equipe do Instituto Gabriel Medina chamou a atenção. Afinal, eram mais de 20 atletas no evento, mostrando um grande espírito de união, sempre com vários deles torcendo pelos companheiros, ao lado dos técnicos, Charles Saldanha, Alex Leco e Gilmar Pulga. “A avaliação está sendo boa. Estamos iniciando o trabalho e já conseguindo bons resultados”, relatou Charles, também treinador do primeiro brasileiro campeão mundial de surf, Gabriel Medina, e sempre atento a todos os atletas no mar.

Também no comando de surfistas estão dois ex-integrantes do WCT e bicampeões brasileiros, Jojó de Olivença e Leo Neves. “É uma nova fase na carreira. Eu tinha o meu projeto social e agora estou treinando competidores da nova geração, preparando-os, acompanhando-os nos campeonatos”, disse Jojó.

Mais fotos acesse o álbum do Flickr AQUI

Olá, você está curtindo o blog? Deixe o seu comentário!