Big rider australiano quase tem perna amputada após sofrer wipeout em laje

Mark Mathews, momentos antes do acidente. Foto Ed Sloane.

Mark Mathews, momentos antes do acidente. Foto Ed Sloane.

Recentemente, o big rider australiano Mark Mathews havia escapado das mandíbulas de Jaws apenas com o ombro deslocado após um wipeout sinistro. Desta vez, a coisa foi mais séria e o surfista reconhecido pela fama de caçador de lajes quase teve a perna amputada após se chocar contra uma laje de um secret spot com ondas de 6 a 8 pés em New South Wales, no Sul da Austrália.

De acordo com a Stab, Mathews só não teve a perna amputada graças ao atendimento na ambulância e ao trabalho de um cirurgião, além da temperatura da água, fria. O australiano deslocou o joelho e rompeu os ligamento anterior e cruzado, além de ter um nervo atingido e uma artéria rasgada.

Parecia que minha canela tinha sido quebrada ao meio, tipo do Anderson Silva (lutador de MMA). Quando eu estava deitado na praia eu olhava e pensava, isso é uma merda, mas pelo menos é exatamente isso e vai curar muito rapidamente“, lembrou Mathews.

A perna do big rider australiano Mark Mathews, já no hospital Canberra. Foto Reprodução Instagram

A perna do big rider australiano Mark Mathews, já no hospital Canberra. Foto Reprodução Instagram

Como a perna inchou em tamanho, ficou claro que a lesão havia sido pior do que Mathews havia previsto. Uma artéria na perna tinha sido cortada causando hemorragia no interior do membro. Preocupado com o inchaço, o oficial ambulância solicitou a presença do helicóptero para levá-lo ao hospital de referência mais próximo (diferente de um translado de ambulância muito mais barato para uma clínica local).

Mark Mathews foi levado para o Hospital Canberra, onde foi operado por um dos melhores cirurgiões do país. “Eu tive sorte que ele achou e fechou a artéria. Se ele não encontrasse, uma hora mais tarde eu teria perdido minha perna“.

As águas frias do sul da Austrália também desempenharam um papel crucial. “Porque era frio, para cada grau mais frio, você ganha de 12 a 15 minutos de tempo“, disse o fisioterapeuta de Mark Matthews. “Se ele tivesse feito isso agora (no clima de Sydney), ele não teria uma perna.”

Mark Mathews passará por pelo menos mais uma operação séria antes que possa começar a reabilitação adequada. O tempo de recuperação deverá demorar entre um e três anos, embora o dano extenso do nervo possa significar que o surfista possa não ter uma recuperação completa.

Eu sempre me lembro que, quando você é jovem, você é tão sem medo, até que você passar por essas lesões … mas eu não sei o que vai acontecer, se eu vou voltar ao presente ou não“, diz ele. “O tempo dirá.”, disse Matthews, para a Stab.

Na manhã desta terça-feira, Mark Mathews foi submetido a uma ressonância magnética e teve uma boa notícia: o cirurgião disse que ele deve ser capaz de corrigir o nervo com um enxerto. Originalmente, parecia que não havia muito dano. “Eu soltei uma pequena lágrima de alegria quando recebi a notícia“, completou.

Olá, você está curtindo o blog? Deixe o seu comentário!