Peru fatura título do ISA World Surfing Games 2016 na Costa Rica

Peru comemora vitória. Foto ISA/Sean Evans

Peru comemora vitória. Foto ISA/Sean Evans

O argentino Leandro Usuña e a equatoriana Dominic Barona conquistaram os títulos das categorias Open masculina e feminina do ISA World Surfing Games, encerrado neste domingo, em ondas de 3 a 5 pés em Playa Jacó, na Costa Rica. Após oito dias de competição, o Peru garantiu o título entre 23 nações com o vice-campeonato de Lucca Messina na Open masculino.

Depois do vexame de Popoyo, na Nicarágua, no ano passado, o Brasil não enviou representantes, através da Confederação Brasileira de Surf, para a disputa do evento, o que é lamentável e reflete a falta de competência das pessoas envolvidas com o esporte brasileiro.

Leandro Usuña garantiu mais um título ISA para Argentina. Foto ISA/Jimenez

Leandro Usuña garantiu mais um título ISA para Argentina. Foto ISA/Jimenez

Curiosamente, foi um brasileiro, o carioca Pedro Henrique, que colocou Portugal na frente da disputa para último dia de competição. Com 3981 pontos da equipe em potencial, Portugal estava a frente do Peru (3745), França (3308) e Costa Rica (3055).

Mas a liderança potencial dos portugueses começou a não se confirmar com a disputa da repescagem masculina, onde Leandro Usuña e Lucca Messinas eliminaram Pedro Henrique e o compatriota Guilherme Fonseca.

Tia Blanco foi bicampeã do ISA World Surfing Games. Foto ISA/Jimenez

Tia Blanco foi bicampeã do ISA World Surfing Games. Foto ISA/Jimenez

Em seguida, a representante de Portugal sobrevivente até o último dia entre as meninas, Teresa Bonvalot, também terminou na terceira colocação na final da chave de repescagem. Apesar disso, Portugal terminou com a segunda colocação, resultado inédito para o surfe lusitano. Já na final da Open feminino, a americana Tia Blanco superou a equatoriana Dominic Barona e se tornou bicampeã do evento, repetindo o título conquistado em 2015, levando os EUA para a terceira colocação na classificação geral.

Embalados pelo resultado da repescagem, Leandro e Lucca também repetiram a dobradinha para cima dos finalista das chave principal, o venezuelano Francisco Belorin e o local Noe Mar Mcgonagle. Com a vitória, Leandro repetiu o feito obtido pelo compatriota Santiago Muniz em 2015.

Mais informações acesse www.isaworlds.com .

A festa de Leandro Usuña. Foto ISA/Jimenez

A festa de Leandro Usuña. Foto ISA/Jimenez

Brasileiro Marcos Bukão foi o diretor técnico do evento da ISA. Foto ISA/Sean Evans

Brasileiro Marcos Bukão foi o diretor técnico do evento da ISA. Foto ISA/Sean Evans

Pódio masculino com Argentina no alto do pódio. Foto ISA/Jimenez

Pódio masculino com Argentina no alto do pódio. Foto ISA/Jimenez

RESULTADOS DE DOMINGO ISA WORLD SURFING GAMES
OPEN MASCULINO
FINAL CHAVE PRINCIPAL
1º Leandro Usuna ARG 14,33 CAMPEÃO
2º Lucca Messinas PER 12,57 VICE-CAMPEÃO
3º Noe Mar McGonagle CRC 12,37
4º Francisco Bellorin VEN 9,67

Pódio feminino do ISA World Surfing Games. Foto ISA/Sean Evans

Pódio feminino do ISA World Surfing Games. Foto ISA/Sean Evans

OPEN FEMININO
FINAL CHAVE PRINCIPAL
1ª Tia Blanco EUA 14,72 CAMPEÃ
2ª Dominic Barona ECU 14,67 VICE-CAMPEÃ
3ª Pauline Ado FRA 14,46
4ª Justine Dupont FRA 12,33

ALOHA CUP (disputada no Sábado)
1º EUA
2º ARGENTINA
3º COSTA RICA
4º NOVA ZELÂNDIA

Pedro Henrique liderou a equipe portuguesa na Costa Rica. Foto ISA/Jimenez

Pedro Henrique liderou a equipe portuguesa na Costa Rica. Foto ISA/Jimenez

CLASSIFICAÇÃO FINAL POR EQUIPES:
1º PERU 3188
2º PORTUGAL 2924
3º EUA 2860
4º FRANÇA 2848
5º COSTA RICA 2785
6º ARGENTINA 2725
7º JAPÃO 2576
8º NOVA ZELÂNDIA 2179
9º AUSTRÁLIA 2123
10º EQUADOR 2078

Olá, você está curtindo o blog? Deixe o seu comentário!