Augusto Ribas promete empenho na estreia no 15º Jet Waves World Championship

Augusto Ribas está empolgado com a participação no Jet Waces. Foto Divulgação.

Augusto Ribas está empolgado com a participação no Jet Waces. Foto Divulgação.

Além dos principais nomes da modalidade do Brasil e exterior, o 15º Jet Waves World Championship (campeonato com manobras de jet ski nas ondas), também contará com a presença de jovens talentos e um deles é o paranaense Augusto Ribas, que competirá na categoria Stand Up Amador. As disputas serão realizadas de 15 a 17 de julho, na praia Stella Maris, em Salvador (BA) e também válida pela quarta etapa do Circuito Mundial.

Augusto Ribas pratica a modalidade há dois anos e está empolgado com a participação no evento. “Desde pequeno sou vidrado em acompanhar as etapas brasileiras do Circuito Mundial. Elas eram realizadas em Santa Catarina, próximo de onde moro e agora irei competir. Quero aproveitar a oportunidade de fazer baterias ao lado de pilotos já consagrados dentro do esporte e assim absorver ao máximo tudo o que puder. Evidentemente que também vou para a Bahia com objetivo de conseguir bons resultados e me empenharei ao máximo para isso”, ressaltou o paranaense que gosta de treinar na Praia Brava, em Itajaí, ou em praias do litoral paranaense.

O paranaense já tem alguns pilotos que considera referência na modalidade. Um deles é o baiano Bruno Jacob, que atualmente ocupa o terceiro lugar no Circuito Mundial e disputará o 15º Jet Waves World Championship. “Ele vem mostrando muita amplitude e técnica nas etapas do circuito“. Entre os pilotos internacionais, destacou o norte-americano Ross Champion, ex-campeão do ,circuito e o francês Pierre Maixent, que soma seis títulos mundiais, vários deles conquistados no Brasil. “Os dois faziam baterias de arrepiar, com muitas variações de blackflips”, recordou.

O paranaense considera que no 15º Jet Waves World Championship será fundamental arriscar, procurar fazer o máximo, enfrentando as ondas, tentando conseguir a maior amplitude possível, sem se descuidar da técnica. Como não conhece a Praia de Stella Maris, pretende chegar com alguns dias de antecedência a Salvador, para treinar e se adaptar as condições do mar. Ribas vai utilizar um equipamento de 1.000 cilindradas com quase 200hp, o motor é Dasa, mas ainda não definiu o casco (entre o Lenizone ou um Rickter de autoria do Rick Roy, ambos curtos, leves e reforçados com fibra de carbono e Kevlar). Essa definição vai acontecer até o final de semana.

Augusto Ribas explicou ainda que tem acompanhado as etapas do Circuito Mundial, através de vídeos ou por LiveStream e considera que a modalidade está evoluindo. “Os pilotos têm inovado muito e estão voando cada vez mais alto. As variações de Barrel Roll e de Backflip chegam a impressionar qualquer pessoa. É de uma plasticidade que encanta”, avaliou.

O 15º Jet Waves World Championship tem a organização da FER (Federação de Esportes Radicais), com supervisão da IFWA (International FreeRide WaterCraft Association). Os apoios são da Ventura Marine – Água de Coco Obrigado – Wamiltons Customs – Grand Hotel Stella Maris – AMF Racing – Pro Rider – Hydro Turf – DASA – Tigercraft – Prefeitura Municipal de Salvador – Racu Photo – ProNautica – Jacob Adventure.

Mais informações nos sites: www.jetwaves.com.br

Por Renato Fabretti – Mtb 16051

Olá, você está curtindo o blog? Deixe o seu comentário!