Abner Scoppetta desvenda as ondas de Fernando de Noronha – Vídeo

Abner Scoppetta em Fernando de Noronha.

Abner Scoppetta em Fernando de Noronha.

O bodyboarder Abner Scoppetta nos apresenta sua mais recente surftrip para o arquipélago de Fernando Noronha no início de 2016, logo após a notícia do primeiro ataque de tubarão na ilha em uma praia de mergulho. Ao lado dos amigos Alex Detter e Bruno Mazotti, o bodyboarder desvenda algumas de melhores ondas de Noronha, aproveitando as rampas do Abras e os tubos da Cacimba do Padre e cruzando as pequenas estradas de buggy.

Ao chegar em Noronha fiquei encantado com a beleza natural da ilha, paisagens paradisíacas, a cor da água cristalina, mas talvez o que mais me surpreendeu foi a qualidade das ondas e a constância, que graças ao fenômeno El Ninõ, pudemos surfar os 11 dias que ficamos na Ilha, sendo que no menor dia, as ondas estavam com série de até um metro e nos maiores chegaram facilmente aos dois metros, sempre com muitas rampas e tubos“, contou.

Em Noronha, Abner voltou a sentir a sensação de surfar sozinho ou apenas na companhia dos amigos. “Você nunca surfa sozinho nos dias clássicos. A presença dos surfistas locais é pontual, mas nada que impossibilite de pegar as boas. Porém, em muitos dias, surfamos sem ninguém, apenas com os “moradores locais”, como, tartarugas, arraias e tubarões. Mesmo sabendo de toda preservação e do equilíbrio que existe em Fernando Noronha, causa um certo desconforto, para não falar medo“, revela.

O bodyboarder destaca ainda o desejo de retornar para o pico. “Após o terceiro dia de trip já tínhamos a certeza do desejo de voltar e a angústia de não termos viajado antes para Fernando de Noronha“.

Patrocínios: Urla, GT Boards, Snowfly, Truzz, Widex Travel, CTF Workout.
Imagens: Abner Scoppetta, Alex Detter, Alan Rangel, Bruno Mazotti e Felipe Queiroz
Edição: Attitude Riders

Olá, você está curtindo o blog? Deixe o seu comentário!