Josh Kerr quebra jejum de vitórias em Todos Santos. Burle é terceiro

Josh Kerr foi o campeão do Todos Santos Challenge. Foto Richard Hallmann/WSL

Josh Kerr foi o campeão do Todos Santos Challenge. Foto Richard Hallmann/WSL

O australiano Josh Kerr conquistou o título do Todos Santos Challenge, terceira etapa do Big Wave Tour 2015/2016, realizada neste domingo, com ondas de 30 a 40 pés, em Todos Santos, Baja Califórnia, México. Na final, o integrante da elite do surfe mundial superou grandes nomes do big surf, como o brasileiro Carlos Burle, terceiro colocado no evento.

Radicado na Califórnia, Josh Kerr foi o único a conseguir completar duas ondas na bateria final, enquanto Burle ficou perto do vice-campeonato, atrás do americano Greg Long. Outros três americanos disputaram a final: Damien Hobgood (4º), Nic Lamb (5º) e Rusty Long (6º). O vice-campeão, Greg Long, lidera o ranking dos desafiadores de ondas gigantes da World Surf League.

Josh Kerr e Carlos Burle na mesma bomba. Foto Rowland.

Josh Kerr e Carlos Burle na mesma bomba. Foto Rowland.

Eu tenho muito respeito por esses caras que disputam esse circuito e aqueles que se dedicam regularmente em surfar ondas grandes”, disse Josh Kerr, que quebrou um jejum de cinco anos sem títulos. “Eu passei o dia todo com um largo sorriso no rosto apenas por estar surfando essas ondas com eles, me senti muito bem durante todo o dia e tinha total confiança na minha prancha. Estou muito grato pela oportunidade de surfar aqui hoje (domingo)”.

Kerr festeja um título após cinco anos de jejum. Foto Richard Hallman/WSL

Kerr festeja um título após cinco anos de jejum. Foto Richard Hallman/WSL

Josh Kerr terminou em 11º no ranking do Samsung Galaxy WSL Championship Tour. encerrado um mês atrás com a conquista do título pelo brasileiro Adriano de Souza. No domingo, Kerr testou sua habilidade em surfar em condições extremas, tendo que dropar paredes enormes em ondas gigantescas de alto risco, como as de Todos Santos, em Baja California. Carlos Burle foi o único a derrotar o campeão no domingo, deixando Kerr em segundo lugar na primeira fase. Depois o australiano venceu o brasileiro nas semifinais e também na decisão do Todos Santos Challenge, com as notas 8,20 e 7,87 que recebeu nas maiores ondas que surfou na bateria.

Carlos Burle foi o terceiro colocado em Todos Santos. Foto Danny Ecker/WSL

Carlos Burle foi o terceiro colocado em Todos Santos. Foto Danny Ecker/WSL

O pernambucano Carlos Burle e o californiano Greg Long até surfaram uma onda maior do que Josh Kerr na final na avaliação dos juízes, mas faltou uma segunda nota para somar. A do americano valeu 8,67 e a do brasileiro, 8,50, com os dois tendo que computar 1,50 e 1,33, respectivamente. No formato especial das etapas do WSL Big Wave Tour, todas baterias são formadas por seis competidores e são computadas as duas maiores notas, mas a maior onda surfada por cada um é multiplicada por dois. Greg Long então terminou em segundo lugar com 18,84 pontos contra 18,33 do brasileiro, que superou os outros três americanos da final.

No Todos Santos Challenge e em todas as etapas do WSL Big Wave Tour, os 24 participantes são divididos em quatro baterias na primeira fase. Os três primeiros colocados em cada avançam para as semifinais, com novamente os três melhores das baterias se classificando para a grande final. O peruano Miguel Tudela foi o outro competidor da América do Sul na Califórnia. Ele entrou na primeira bateria do campeonato e foi barrado pelos havaianos Mark Healey e Makuakai Rothman e o californiano Nathan Fletcher. Os três classificados nessa depois perderam nas semifinais para Josh Kerr, Carlos Burle e o americano Rusty Long, que já haviam passado juntos na primeira fase.

Josh Kerr, Carlos Burle e Nic Lamb. Foto Richard Hallman/WSL

Josh Kerr, Carlos Burle e Nic Lamb. Foto Richard Hallman/WSL

RANKING BIG WAVE

O norte-americano Greg Long lidera o ranking das três etapas do WSL Big Wave Tour completadas no Todos Santos Challenge. Com o vice-campeonato em casa, o californiano atingiu 21.266 pontos e Makuakai Rothman está em segundo lugar com 16.994, seguido pelo também havaiano Billy Kemper com 16.714 e o americano Nic Lamb em quarto com 16.594. Com a vitória, Josh Kerr assumiu a quinta posição com 13.589 e Carlos Burle subiu para o sétimo lugar com 12.845. O outro sul-americano entre os top-10 é o chileno Cristian Merello em nono lugar com 10.416 pontos na única etapa que participou em casa, no Chile.

Mais informações, notícias, fotos, vídeos do Todos Santos Challenge podem ser acessados no www.worldsurfleague.com que transmitiu a competição ao vivo no domingo.

Carlos Burle. Foto Frak Quirarte

Carlos Burle. Foto Frak Quirarte

TODOS SANTOS CHALLENGE:
FINAL
Campeão: Josh Kerr (AUS) 24,27 pontos (notas 8,20×2 + 7.87)
Vice-campeão: Greg Long (EUA) 18,84 pontos (notas 8,67×2 + 1,50)
3º lugar: Carlos Burle (BRA) 18,33 pontos (nota 8,50×2 + 1,33)
4º lugar: Damien Hobgood (EUA) 17,33 ponto (nota 6,00×2 + 5,33)
5º lugar: Nic Lamb (EUA) 13,51 pontos (nota 6,17×2 + 1,17)
6º lugar: Rusty Long (EUA) 0,20 ponto (nota 0,10×2)

SEMIFINAIS (1º, 2º e 3º=Final / 4º=7º lugar / 5º=9º lugar / 6º=11º lugar):
1ª: 1-Josh Kerr (AUS), 2-Rusty Long (EUA), 3-Carlos Burle (BRA), 4-Makuakai Rothman (HAV), 5-Mark Healey (HAV), 6-Nathan Fletcher (EUA)
2ª: Greg Long (EUA), 2-Damien Hobgood (EUA), 3-Nic Lamb (EUA), 4-Jamie Mitchell (HAV), 5-Jamie Sterling (AUS), Dane Gudauskas (EUA)

PRIMEIRA FASE (1º, 2º e 3º=Semifinais / 4º=13º lugar / 5º=15º lugar / 6º=17º lugar):
1ª: 1-Mark Healey (HAV), 2-Makuakai Rothman (HAV), 3-Nathan Fletcher (EUA), 4-Nic Vaughan (EUA), 5-Miguel Tudela (PER), 6-Diego Petrusso (MEX),
2ª: 1-Carlos Burle (BRA), 2-Josh Kerr (AUS), 3-Rusty Long (EUA), 4-Will Skudin (EUA), 5-Anthony Tashnick (EUA), 6-Trevor Carlson (EUA)
3ª: 1-Jamie Mitchell (HAV), 2-Jamie Sterling (AUS), 3-Nic Lamb (EUA), 4-Natxo Gonzalez (ESP), 5-Derek Dunfee (EUA), 6-Vincente Yazbeck (MEX)
4ª: Greg Long (EUA), 2-Dane Gudauskas (EUA), 3-Damien Hobgood (EUA), 4-Billy Kemper (HAV), 5-James Taylor (AFR), 6-Coco Nogales (MEX)

RANKING WSL BIG WAVE 2015/2016 – Após três etapas:
1º: Greg Long (EUA) – 21.266 pontos
2º: Makuakai Rothman (HAV) – 16.994
3º: Billy Kemper (HAV) – 16.714
4º: Nic Lamb (EUA) – 16.594
5º: Josh Kerr (AUS) – 13.589
6º: Albee Layer (HAV) – 13.020
7º: Carlos Burle (BRA) – 12.845
8º: Damien Hobgood (EUA) – 11.072
9º: Cristian Merello (CHL) – 10.416
10: Mark Healey (HAV) – 9.313
Próximos sul-americanos:
12: Ramon Navarro (CHL) – 8.680 pontos
13: Gabriel Villaran (PER) – 7.790
25: Marcos Monteiro (BRA) – 2.665
25: Diego Medina (CHL) – 2.665
33: Reinaldo Ibarra (CHL) – 1.089
33: Fernando Zegers (CHL) – 1.089
37: Miguel Tudela (PER) – 779
40: Federico Mekis (CHL) – 525

Por João Carvalho – WSL South America Media Manager – jcarvalho@worldsurfleague.com

Olá, você está curtindo o blog? Deixe o seu comentário!