Moche Rip Curl Pro Portugal: confira a chave de baterias

Tomas Hermes tem mais uma op0rtunidade na elite. Foto Poullenot/Aquashot/WSL

Tomas Hermes tem mais uma op0rtunidade na elite. Foto Poullenot/Aquashot/WSL

As baterias do Moche Rip Curl Pro Portugal, décima etapa do Samsung Galaxi World Surf League Championship Tour 2015, já foram anunciadas com todas as substituições e o Brasil terá nove surfistas nas ondas lusitanas, com os reforços de Tomas Hermes e Caio Ibelli. Logo na abertura do evento, uma bateria 100% verde amarela com Filipe Toledo, Jadson André e Tomas Hermes.

Gabriel Medina e Miguel Pupo fazem a estreia na sequência, em bateria que tem o havaiano Mason Ho, um dos convidados do Moche Rip Curl Pro Portugal. Caio Ibelli entra na terceira bateria, contra o australiano Julian Wilson, que está na briga pelo título, e o havaiano Keanu Asing, número 22 no ranking que classifica os 22 da elite para 2016.

Na quinta bateria Adriano de Souza vai ter pela frente o americano Kolohe Andino e o atual campeão português e também convidado Frederico Morais, o Kikas. Na bateria seguinte, Mineirinho pode ter a ajuda do seu melhor amigo no Tour, o português Tiago Pires, que também foi convidado e vai desafiar o líder do ranking mundial, Mick Fannning, ao lado do havaiano Sebastian Zietz.

Caio Ibelli está dentro do Moche Rip Curl Pro Portugal. Foto Poullenot/Aquashot/WSL

Caio Ibelli está dentro do Moche Rip Curl Pro Portugal. Foto Poullenot/Aquashot/WSL

Na oitava bateria, Ítalo Ferreira enfrenta Joel Parkinson e o americano Brett Simpson. A participação brasileira se encerra com Wiggolly Dantas na última bateria do Round 1, com os australianos Josh Kerr e Adam Melling.

A novidade entre as ausências é o havaiano Dusty Payne, com uma contusão nas costas. Além do aposentado Fred Pattachia, o Moche Rip Curl Prot gual não conta com o sul-africano Jordy Smith e o australiano Matt Banting, que seguem em recuperação, enquanto Taj Burrow optou por não comparecer na perna europeia para acompanhar o nascimentos e as primeiras semanas de sua filha na Austrália.

Assim, o havaiano Mason Ho e o português Vasco Ribeiro receberam os dois wildcards destinados ao patrocinador do evento, a Rip Curl, enquanto Tomas Hermes (alternate para lesão número 2), Aritz Aranburu (alternate para lesão número 3), Caio Ibelli (pelo ranking do WQS), Frederico Morais (surfista de Portugal melhor ranqueado no WQS) e Tiago Pires (único atleta português a pertencer à elite) foram chamados pela WSL para substituição dos três lesionados, além do “pai fresco” e do aposentado.

O evento tem janela aberta a partir do dia 20 de outubro. Mais informações acesse www.worldsurfleague.com .

MOCHE RIP CURL PRO PORTUGAL
ROUND 1
H1: Filipe Toledo BRA x Jadson André BRA x Tomas Hermes
H2: Gabriel Medina BRA x Miguel Pupo BRA x Mason Ho HAV
H3: Julian Wilson AUS x Keanu Asing HAV x Caio Ibelli BRA
H4: Owen Wright AUS x Michel Bourez TAH x Vasco Ribeiro POR
H5: Adriano de Souza BRA x Kolohe Andino EUA x Frederico Morais POR
H6: Mick Fanning AUS x Sebastian Zietz HAV x Tiago Pires POR
H7: Kelly Slater EUA x Adrian Buchan AUS x Aritz Aranburu ESP
H8: Italo Ferreira BRA x Joel Parkinson AUS x Brett Simpson EUA
H9: Jeremy Flores FRA x Matt Wilkinson AUS x Ricardo Christie NZL
H10: Nat Young AUS x Kai Otton AUS x Glenn Hall IRL
H11: Bede Durbidge AUS x John John Florence EUA x C.J. Hobgood EUA
H12: Josh Kerr AUS x Wiggolly Dantas BRA x Adam Melling AUS

Olá, você está curtindo o blog? Deixe o seu comentário!