Team Brunel conquista a sétima etapa da Volvo Ocean Race em Lisboa

A chegada do Team Brunel, no amanhecer em Lisboa. Foto Ricardo Pinto

A chegada do Team Brunel, no amanhecer em Lisboa. Foto Ricardo Pinto

O veleiro holandês do Team Brunel venceu a sétima etapa da Volvo Ocean Race no início desta quarta-feira, em Lisboa, Portugal. Com o resultado, a equipe capitaneada por Bouwe Bekking firma posição entre os primeiros colocados da regata e avista uma chance de título na classificação geral.

O barco holandês velejou a etapa transatlântica de forma impecável e acabou perseguido de perto pelo espanhol MAPFRE, que chegou 22 minutos depois, em segundo lugar. Atrás deles, o Team Alvimedica, Charlie Enright, superou o Dongfeng, que liderou a etapa durante grande parte, mas acabou em quarto lugar. O barco chinês foi alcançado pela equipe de Enright nas primeiras horas de quarta-feira e ainda lutou para retomar a posição, mas acabaram 55 segundos atrás após nove dias e 13 horas de velejo para cumprir 2.800 milhas náuticas.

Alvimedica e Dongfeng fizeram umachegada emocionante. Foto Ainhoa Sanchez/Volvo Ocean Race

Alvimedica e Dongfeng fizeram umachegada emocionante. Foto Ainhoa Sanchez/Volvo Ocean Race

Com o líder Abu Dhabi Ocean Racing finalizando em quinto, a frente do Team SCA, a classificação ficou mais embolada. A tripulação dos Emirados tem agora uma vantagem de cinco pontos sobre Dongfeng Race Team, com duas pernas curtas para velejar, enquanto Equipe Brunel vem em terceiro, um ponto atrás. O skipper do Dongfeng Charles Caudrelier não escondeu sua decepção depois de liderar a etapa por tanto tempo e ver a chance de fazer um pódio desaparecer nas milhas finais.

Estou me sentindo muito ruim, muito aborrecido e muito triste. Merecíamos algo melhor, mas eu acho que é a vida. Acima de tudo, eu estou chateado comigo mesmo, porque a minha equipe fez um excelente trabalho e eu cometi um erro enorme. Nós perdemos uma chance (de diminuir a diferença) nesta perna com o quinto lugar do Abu Dhabi Ocean Racing“.

MAPFRE ficou com a segunda colocação. Foto Ainhoa Sanchez/Volvo Ocean Race

MAPFRE ficou com a segunda colocação. Foto Ainhoa Sanchez/Volvo Ocean Race

Poucos marinheiros da flotilha podem saborear a vitória como o holandês Bouve Bekking, do Team Brunel. Ele já experimentou os altos e baixos de uma regata transatlântica e poucos esquecem o drama vivido em 2006 quando Bekking foi obrigado a abandonar o Movistar. O velejador garantiu na semana passada que não tinha perdido “uma única noite de sono” com o incidente e estava confiante no trabalho da equipe.

O barco do Team Brunel sofreu enorme pressão nas últimas 24 horas pelo MAPFRE e o Dongfeng, especialmente nas últimas milhas, quando o vento quase parou, nas proximidades do Rio Tejo, na chegada a Lisboa. “Nós fizemos uma grande etapa, mas apenas no final, quando não havia vento, estava ficando um pouco estranho. Mas nos superamos lá fora“, disse Bekking.

A vitória foi obtida com dois velejadores recém chegados a bordo: Adam Minoprio (NZL) e Timo Hagoort (NED), que substituiu o lesionado Gerd-Jan Poortman (NED). “Foi bom ter esses caras jovens a bordo, eles fizeram um trabalho fantástico“, acrescentou Bekking.

Donfeng perdeu chance de diminuir a vantagem para o Abu Dhabi. Foto Ricardo Pinto/Volvo Ocean Race

Donfeng perdeu chance de diminuir a vantagem para o Abu Dhabi. Foto Ricardo Pinto/Volvo Ocean Race

Equipe SCA cruzou a linha de chegada cerca de quatro horas e 22 minutos atrás do Team Brunel e finalizou a etapa, com a sexta e última colocação. Os dois estágios finais, até Lorient (França) e, em seguida, até Gotemburgo (Suécia) através de um pit-stop em Haia (Países Baixos), voltará a ser disputada por sete barcos, com o retorno da equipe Vestas Wind. O veleiro liderado pelo australiano Chris Nicholson foi reconstruído na Itália após ter encalhado no dia 29 de novembro, em um recife no Oceano Índico. O barco chegou em Lisboa algumas horas antes da flotilha completar a sétima etapa nesta quarta-feira. Mais informações, fotos e vídeos no site www.volvooceanrace.com .

Classificação
1) Abu Dhabi Ocean Racing 16 pts
2) Dongfeng Racing Team 21
3) Equipe Brunel 22
4) MAPFRE 26
5) Equipe Alvimedica 27
6) Equipe SCA 41
7) Equipe Vestas Wind (Dinamarca) 52 (DNS).

Iker Martinez parabeniza Bouwe Bekking após a chegada. Foto Ricardo Pinto/Volvo OceanRace

Iker Martinez parabeniza Bouwe Bekking após a chegada. Foto Ricardo Pinto/Volvo OceanRace

Foto Ricardo Pinto/Volvo Ocean Race

Foto Ricardo Pinto/Volvo Ocean Race

Olá, você está curtindo o blog? Deixe o seu comentário!