The Wave, Muscat conquista título da segunda etapa da Extreme Sailing Series 2015

TLeigh McMillan e seus colegas do The Wave.Muscat no topo do pódio em Muscat.

Leigh McMillan e seus colegas do The Wave.Muscat no topo do pódio em Muscat.Foto OC Sports/Divulgação

Favorito, o The Wave, Muscat venceu a etapa de Muscat, a segunda parada da Extreme Sailing Series, encerrada neste sábado, em Muscat, no Omã. É a terceira vitória consecutiva em casa da equipe omani liderada pelo inglês Leigh McMillan. Mas por pouco os dinamarqueses do SAP Extreme Sailing Team não saiu com a sua primeira vitória em uma etapa da ESS.

Depois de seis regatas realizadas no dia decisivo, apenas dois pontos separavam o The Wave,Muscat do SAP Extreme Sailing. Liderado por Rasmus Kostner e Jes Gram Hansen, os dinamarqueses tinham a pequena vantagem após vencerem as duas primeiras regatas do dia. Mas na última, que conta pontos dobrados, o The Wave,Muscat assumiu a ponta desde o início e se adaptou melhor às condições de vento (sete nós) para abrir vantagem sobre a flotilha e não perder mais. Com a vitória na regata, levou também a etapa. Já os dinamarqueses da SAP fecharam a regata em terceiro e ficaram com a segunda colocação após quatro dias de provas.

The Wave,Musca desgarrou da flotilha e venceu a última regata com pontuação dobrada. Foto ESS/Divulgação

The Wave,Musca desgarrou da flotilha e venceu a última regata com pontuação dobrada. Foto ESS/Divulgação

Foi um dia difícil, não tivemos como planejar e tivemos algumas largadas muito difíceis. O SAP (Extreme Sailing Team) realmente nos colocou pressão, por isso foi muito equilibrado“, explicou McMillan. “Sabíamos que tínhamos de voar baixo na última regatya. Tudo o que tínhamos a fazer era vencê-los ou eles nos venceriam. Todo mundo no barco continuou trabalhando duro para fazer o melhor e no final conseguimos o resultado, mas não foi fácil“, completou.

O terceiro lugar foi uma batalha entre o austríaco Red Bull Sailing Team e o Oman Air e a pressão era evidente. Na linha de partida da segunda regata, Oman Air colidiu na traseira dos austríacos, acertou os lemes e causou danos irreparáveis. Com isso, a equipe não pode mais disputar as últimas regatas e recebeu uma média de pontos como reparação para fechar a etapa em terceiro lugar, a frente do Oman Air, que recebeu a bandeira preta de desqualificação.

a equipe do Oman Air trabalhou duro durante a semana, mas pecou pela falta de experiência. Foto ESS/Divulgação

a equipe do Oman Air trabalhou duro durante a semana, mas pecou pela falta de experiência. Foto Foto OC Sports/Divulgação

Após duas etapas realizadas em 2015 (a primeira foi realizada em Cingapura em fevereiro com vitória da Red Bull Sailing Team) três equipes estão empatadas: Red Bull Sailing Team, The Wave, Muscat e SAP Extreme Sailing Team. A próxima etapa está marcada para Qindao, na China, entre os dias 30 de abril a 3 de maio.

Classificação da etapa 2 – Muscat (após 29 regatas)
1º The Wave, Muscat 239 pontos
2 º SAP Extreme Sailing Team 237 pontos
3 º Red Bull Sailing Team 220
4 º Oman Air 211
5 º Team Turx 189
6 º GAC Pindar 167
7 º Lino Sonego Team Italia 157
8 º Gazprom Team Russia 152

Flotilha disputou 29 regatas em quatro dias. Foto ESS/Divulgação

Flotilha disputou 29 regatas em quatro dias. FotoFoto OC Sports/Divulgação

Classificação Geral da Extreme Sailing Series™ 2015:
1º Red Bull Sailing Team (AUT) 18 points.
2º The Wave, Muscat (OMA) 18 points.
3º SAP Extreme Sailing Team (DEN) 18 points.
4º Oman Air (OMA) 13 points.
5º Gazprom Team Russia (RUS) 10 points.
6º GAC Pindar (GBR) 10 points.
7º Team Turx powered by Kaya Ropes (TUR) 9 points.
8º Lino Sonego Team Italia (ITA) 8 points.

Olá, você está curtindo o blog? Deixe o seu comentário!